Antonina

 

    O município apresenta formações vegetais remanescentes da Floresta Atlântica com fauna e flora abundantes como encontradas na Reserva Biológica - REBIO Bom Jesus, no Parque Estadual Pico Paraná, no Parque Roberto Ribas Lange, na Área de Proteção Ambiental - APA de Guaraqueçaba, na Reserva Particular do Patrimônio Natural - RPPN Morro da Mina, na RPPN Santa Maria, na RPPN Águas Belas e na RPPN Rio Cachoeira.

    Dista 77 km de Curitiba, limitando-se ao norte e a oeste com Campina Grande do Sul, ao sul e a oeste com Morretes; e a leste com Paranaguá e Guaraqueçaba. Conta com uma população de 18.891 habitantes.

    No início do século o município cresceu rapidamente e ganhou destaque no cenário político do estado devido à movimentação de cargas no porto, na fase ouro do ciclo da erva mate, mas a queda na produção e a Segunda Guerra Mundial acabaram por deslocar o centro portuário para Paranaguá.

    Há diversos pontos turísticos como: Prainha, Ponta da Pita, Ponta do Félix, Rio do Nunes, Pico do Paraná (possui 1962 m, sendo o mais alto do sul do Brasil), Bairro Alto, Rio Cachoeira, Usina Hidrelétrica Parigot de Souza (Capivari-Cachoeira), Porto Barão de Teffé, Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar, Igreja São Benedito, Fonte da Carioca, Estação Ferroviária, Theatro Municipal (segunda metade do século XIX), Praça Coronel Macedo, Praça Romildo Gonçalves Pereira.

    Há ainda os sambaquis, vestígios da vida pré-histórica dos antigos habitantes da região, encontrados no continente e nas ilhas da baía de Antonina. Já foram localizados 31 desses vestígios arqueológicos na região.

    Para saber mais:    https://www.antonina.pr.gov.br/

Foto: Zig Koch/Natureza Brasileira

Contato

Observatório de Conservação Costeira do Paraná - OC2

© 2015 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátis

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!